Dossiês

DOSSIÊ 2024/01: A religião nas migrações: a propósito dos 200 anos de presença protestante no Brasil

As consequências dos processos migratórios constituem-se em experiências complexas e plurais, com implicações que atravessam diferentes esferas da vida pessoal, familiar, social, cultural, religiosa, ambiental entre outras. O protestantismo se instalou de fato no Brasil nos anos de 1823/1824, através da imigração européia estimulada pelo governo imperial. Uma das principais expressões religiosas protestantes desse movimento imigratório é a chegada de pessoas de tradição luterana e a formação da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB. Contudo, várias igrejas do Protestantismo de Missão no Brasil também estão, de alguma forma, atravessadas pela experiência migratória, seja pela imigração estrangeira, seja pelos movimentos migratórios internos. Como o protestantismo tem acompanhado os processos migratórios ao longo dos 200 anos de presença e atuação no Brasil? O Dossiê receberá artigos com diferentes perspectivas teórico-interpretativas, que reflitam sobre a religião nas migrações e suas consequências, tanto no que tange ao perfil dos protestantismos que se gestaram nesse processo, quanto no que se refere a seu impacto e assimilação na esfera pública do nosso país.

Prazo para submissão: 30 de abril de 2024

Profa. Dra. Claudete Beise Ulrich - Faculdade Unida de Vitória

Prof. Dr. Lauri Emilio Wirth - Universidade Metodista de São Paulo

Prof. Dr. João Klug - Universidade Federal de Santa Catarina/SC

Prof. Dr. Jefferson Zeferino - Pontifícia Universidade Católica/Campinas

Profa. visitante Dra. Scheila Roberta Janke - Faculdade Luterana de Teologia/São Bento do Sul

Prof. Dr. Sérgio Luiz Marlow - Faculdade Unida de Vitória/ES

 

Editor - Prof. Dr. José Mário Gonçalves