RELIGIÃO E LINGUAGEM: REVERBERAÇÕES DA TRADIÇÃO PÓS-METAFÍSICA NOS ESTUDOS DA RELIGIÃO

Autores

  • Abdruschin Schaeffer Rocha Faculdade Unida, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.20890/reflexus.v15i2.2563

Resumo

O artigo visa discutir a relação entre religião e linguagem e as ressonâncias da tradição pós-metafísica, particularmente notadas a partir do século XX, nos estudos da religião. Destaca a força da tradição metafísica na linguagem, desde Platão, e sua relação com a religião tal como se desenvolveu, sobretudo, no Ocidente. Apropria-se do liame entre religião e linguagem, numa perspectiva literária a partir das contribuições de Northrop Frye, destacando a natureza sagrada de um livro, considerando sua concentração da poesia. Salienta as novas e alternativas categorias de fundo que surgem do pensamento pós-metafísico e as consequentes reverberações dessa tradição nos estudos linguísticos da religião. Em sua tentativa de exemplificar tais influências, o artigo se concentra em dois campos a partir dos quais a religião e o discurso religioso têm sido pensados atualmente: a Semiótica Russa da Cultura, na perspectiva de Iury Lotman, e a Análise do Discurso Religioso.

Biografia do Autor

Abdruschin Schaeffer Rocha, Faculdade Unida, Brasil

Doutor em Teologia pela PUC-RIO. Professor do curso de graduação em Teologia e do Programa de Pós-Graduação Stricto Senso em Ciências das Religiões da Faculdade Unida de Vitória.

Downloads

Publicado

2021-12-09

Edição

Seção

Mestrado e Doutorado Profissional em Ciências das Religiões